Seis meses se passaram …

E sem dar por eles, seis meses se passaram.

Estou novamente inscrito para a Maratona de Lisboa, pelo caminho ficou a participação na meia maratona de Lisboa (novamente), estafeta Cascais Lisboa e mais recentemente na marginal à noite.

A meia maratona de Lisboa foi uma desgraça, para variar. Cada ano que participo consigo acrescentar um minuto ao tempo feito anteriormente, sem explicação.

Esta prova está talhada para ser diferente, ainda não perdi a esperança de um dia fazer um tempo razoável que para mim seria na casa da 1:40:00, mas como disse, cada ano que passa em vez de reduzir o tempo ainda o aumento ao ritmo de um minuto por ano.

Participei pela primeira vez este ano na corrida em linha integrada na estafeta Cascais Oeiras Lisboa. Gostei, gostei mesmo muito.

Partida tranquila, sem nada a assinalar.

Para mim o objectivo era fazer os 20Kms a um ritmo perto dos 5:00min/Km e no final ver em que condições acabava (testes para a maratona).

Apesar de não ter terminado fresco, um pouco por culpa dos 5Kms finais feitos a um ritmo um pouco “acelerado”,  deu para perceber que se dia 18 de Outubro for com calma poderei tentar baixar o tempo feito no ano passado.

Com mais quilómetros nas pernas existe essa forte possibilidade.

Sinto que ainda não será desta que vou tentar fazer menos de 3:30:00, 3:40:00 seria já um excelente tempo.

Em 2013 foi muito difícil aquela parte final, mas no ano passado consegui chegar aos 30kms “fresco” e perceber que a corrida começa ali. Em 2013 não deu bem para ter essa sensação.

Este ano tenho que optar, ou fazer menos de 3:30:00 e para tal tenho que correr a um ritmo médio de 4:55, isto já a contar com uma possível quebra nos últimos kms, (um ritmo médio de 4:58 é o suficiente), por outro lado, para fazer menos de 3:40:00 o ritmo passa para 5:12min/km, o que me parece bem mais acessível.

Tudo vai depender um pouco de como corra a Corrida do Tejo e os treinos longos que só agora estão a começar. Na marginal à noite consegui tirar cerca de um minuto ao meu melhor tempo feito em 2013, quer dizer que ainda estou a conseguir algum progresso. Fiquei com a ideia que poderia ainda conseguir um pouco melhor mas a certa altura fiquei com receio de andar mais rápido, a estafeta também deu boas indicações.

Mais cuidado com a comida nos dias que antecederam a marginal à noite e o descanso fizeram diferença.

Estou a fazer o plano de treino igual ao do ano passado, com especial atenção em fazer os treinos mais longos na zona aeróbica. Tenho chegado bem mais fresco ao final o que permite uma maior disponibilidade física nos treinos mais rápidos.

O facto de estar a repetir o mesmo plano permite fazer algumas comparações e perceber se estamos no bom caminho.

Até ao momento parece que sim.

até breve…

 

Publicado em Corridas | 4 Comentários

Janeiro

Para quem andava a fazer mais de 200kms por mês, terminar o mês de janeiro com 94,27 Kms mostra que tenho andado um pouco fora das corridas.

Tenho andado engripado desde a São Silvestre, até parece que estava á espera que os objectivos terminassem para atacar com força, foi o suficiente para cortar com a maior parte dos treinos.

Tenho andado de bicicleta, 95,65 Kms, tem sido bom pois tenho dado um pouco de descanso ás pernas no que diz respeito aos impactos mais violentos.

Apesar de tudo, ainda andei com a ideia de me inscrever nos 20Kms de Cascais, era mais um treino, mas em consciência achei por bem não o fazer. Vou talvez optar por um treino um pouco mais longo dos que tenho andado a fazer, sempre a um ritmo de recuperação.

Tenho andado a pensar em comprar um passadeira destas, bastante inspiradora. Como sempre não é para quem quer, é para quem pode.

Publicado em Corridas | 2 Comentários

2014 em retrospectiva

Comecei o ano de 2014 com os 20+1 Kms de Cascais com um tempo final de 1:39:39 (1:32:59 em 2013).  Passei (novamente) um mau bocado na meia maratona de Lisboa (1:47:57) onde terminei a desejar (nunca?) mais correr. Felizmente a ideia passou depressa.

Pouco tempo depois estava a igualar novamente o meu tempo aos 10Kms na corrida do benfica (0:43:46). Mesmo com muita chuva, muito vento e sem pensar muito em correr para tempos acabou por ser uma agradável surpresa.

Fui em Sintra á corrida do “Banco Mau”, quem nela participou de certo compreende o que eu quero dizer. O tempo, 0:48:02, maioritariamente a subir deixou-me bastante satisfeito. Fiquei duas semanas com dores nas pernas por causa daquela ultima descida, decididamente foi a primeira e ultima vez que participei naquela prova.

Em Junho, participei na marginal á noite mas como companhia, uma experiência agradável.

A meio da preparação para a maratona decidi novamente participar na corrida do Tejo, desta vez ia com um objectivo muito bem definido, baixar do minuto 45. Não digo que tenha sido um objectivo traçado na primeira vez que participei nesta prova, mas foi um objectivo que aos poucos foi tomando forma.

Dificilmente irei fazer melhor, o relevo e o tempo que normalmente se faz sentir naquela altura do ano tornam as coisas um pouco difíceis.

Quando ao Km 9 senti que iria cumprir o objectivo fiquei bastante satisfeito. (0:44:33)

A prova seguinte (maratona de Lisboa),  foi (como não podia deixar de ser) o objectivo principal deste ano (e provavelmente dos próximos). Dado a sua dimensão e todo um planeamento que tem que ser efectuado com alguns meses de antecedência tem que obrigatoriamente ser uma prova especial, independente do resultado final, esse sempre imprevisível.

Este ano correu bem, muito bem posso dizer. Tirei cerca de 15 minutos ao tempo que fiz no ano passado, o qual, com uma corrida bem planeada, não seria muito difícil de atingir.

Terminei bem e feliz.

Para cumprir calendario fui até ao aeroporto correr mais 10kms, sem objectivos. Gosto muito do percurso desta prova, um pouco de estrada, pista, terra batida, empedrado, enfim, um pouco de tudo. Tempo final, não muito importante, 0:46:04.

Com a ideia que dificilmente conseguiria bater o tempo feito no ano passado participei novamente na meia maratona dos descobrimentos, menos frio que no ano passado e com a mesma paisagem como fundo.

Com um tempo final perto da 1h e 40m e com uma parte final algo sofrida, não deixou de ser uma experiência interessante.

O ano terminou com mais um record batido, desta vez na São Silvestre de Lisboa, 0:43:05.

No proximo ano vou tentar baixar do minuto 43,  que poderia ter sido este ano, olhasse eu para o relogio.

Não me parece um objectivo fora das minhas capacidades.

Em 2014

Corri:      2775,23 Kms durante 265:28:23 horas e consumi 175,605 calorias.

Pedalei:    435.16 kms durante   25:39:39 horas e consumi  10,386 calorias.

Em 2015

Bom, não sei ainda bem, vai ter que ser definido aos poucos.

Gostava de participar na marginal á noite e na corrida do tejo, estão aqui mesmo a jeito. Já os 20Kms de Cascais, estando eu em repouso das corridas não parece uma boa ideia a minha participação.

Sim, a maratona de Lisboa está nas minhas previsões e gostaria de fazer ainda um pouco melhor que em 2014. Tendo sido atrasada duas semanas na sua realização (este ano é dia 18 de Outubro) talvez faça menos calor e isso ajude um pouco.

Para terminar  o ano, conseguir um bom tempo de preferencia com record na São Silvestre de Lisboa.

De momento estou a fazer uma pausa. Vou fazendo o que me vai dando na vontade. tenho andado mais de bicicleta do que tenho corrido e gostava para já de manter as coisas assim.

Passei rapidamente dos 30/40 Kms semanais feitos em dezembro para uns miseráveis 10/20 kms em janeiro. O peso também começou a subir, um pouco, mas de momento isso ainda não é preocupante.

A partir de Março irei definir objectivos e começar novamente com o planeamento.

Bom ano de 2015!

Publicado em Corridas | 6 Comentários

Semana 52

Nada como começar bem a semana.

Segunda – 10kms em 50:10, ritmo de 5:01min/kms, Senti-me bastante bem, sem quebras.

Após um breve descanso fiz 6×100, técnica de corrida e alongamentos com fartura, para terminar 2,1Kms em 13:05, ritmo de 6:13min/Kms.

Terça – Fui levantar os dorsais, nada a assinalar.

Quarta – descanso

Quinta – Tinha previsto efectuar um treino mais ligeiro, acabei por arranjar companhia mas acabamos por não fazer o treino na sua totalidade.
Foram 6,5kms, na sua maioria a andar, o Sr. Natal com a sua quantidade de doces pregou uma partida.

Sexta – descanso

Sábado – São Silvestre de Lisboa. Grande prova, consegui tirar alguns segundos ao meu melhor tempo nos 10k. O penúltimo km continua a ser um pouco violento mas este ano parece que custou um pouco menos que o do ano passado, além disso fiz o último Kms em 3:44 o que indica que não cheguei assim tão mal ao marquês de pombal.
Fiz 43:04, bem que podia ter corrido um pouco mais e feito menos de 43 minutos mas tal não era o mais importante, pelo menos para mim.
Durante toda a prova evitei olhar para o relógio, a única referência que tinha era mesmo o que estava a acontecer á minha volta e a sensação física no momento. Sentia que estava a andar um pouco acima dos meu limites mas tive sempre as coisas bem controladas.
Este ano pareceu-me haver mais gente a apoiar, pode ter sido só impressão.

Domingo – cerca de 20kms de bicicleta, bom para queimar mais uns doces.

O ano está a chegar ao fim. Consegui baixar o tempo na maratona, também nos 10kms, só mesmo na meia maratona é que não consegui melhorar o resultado mas tinha a sensação que seria difícil.

Objectivos para o próximo ano:

Fazer um balanço dos últimos anos, ver os aspectos positivos e também os negativos.
Melhorar o tempo na maratona.

Para já vou descansar dos treinos durante uns tempinhos, depois irei traçar o objectivo principal, tentar cumprir o melhor possível o plano e esperar que os resultados apareçam

A todos um bom ano de 2015.

Publicado em Corridas | 2 Comentários

Semana 51

Vamos lá então para a recta final. Falta pouco para a São Silvestre de Lisboa e queria aproveitar as semanas que faltam (que já não são muitas), para testar mais algumas “coisinhas” antes de ir de férias.

Segunda – descanso

Terça – 8Kms em 44:07, ritmo de 5:31min/Km. Treino muito certinho, com o ritmo sempre a rondar os 5:30.

De seguida, após um breve descanso fiz 6×100 metros, sempre abaixo dos 4:00min/km. Sem forçar, o objectivo era alargar a passada. Após terminar dediquei algum do meu tempo aos alongamentos/técnica de corrida.

Para terminar 2,5Kms em 15:14, 6:05min/km.

Quarta – 8Kms em 42:54, ritmo de 5:31min/Km. Desta vez já aumentei um pouco o ritmo nos últimos 3Kms. Senti-me bem, o treino de ontem parece ter ajudado a soltar as pernas.

Novamente, após um breve descanso fiz 8×100 metros, também sempre abaixo dos 4:00min/Km. De seguida mais alongamentos e técnica de corrida. Para terminar 2,71Ks em 16:31, ritmo de 6:02min/Km.

Quinta – descanso

Sexta – descanso

Sábado – 10Kms em 48:38, ritmo de 4:53min/Km. Já um pouco mais rápido que o ultimo treino, senti-me bastante bem. Depois de ter andado algumas semanas um pouco em baixo, parece que voltei a sentir que o treino afinal pode produzir bons resultados.

Mais umas séries, desta vez 6×200 metros. No final mais técnica e alongamentos.

Para terminar 2:04Kms em 12:05, ritmo de 5:55min/Km.

Domingo – descanso.

Esta semana foi bastante produtiva, investi nas séries e nos alongamentos/técnica de corrida e senti que a minha passada a ficar mais solta.

Para a semana estão previstos 3 treinos e no sábado a prova.

Publicado em Corridas | 4 Comentários

Semana 50

Depois de ter terminado a meia maratona dos descobrimentos um pouco em baixo optei por tirar 3 dias de folga.

Segunda – descanso

Terça – descanso

Quarta – descanso

Quinta – 8,5Kms em 49:30, ritmo de 5:49. Ainda me senti um pouco cansado,  as pernas estavam muito “presas”. No final alongamentos com fartura.

Sexta – 15Kms em 1:20:48. ritmo de 5:24. Já não me senti tão cansado mas ainda senti algumas dores nas pernas, ficou a ideia que os alongamentos que efectuei no final do treino de ontem produziram o seu efeito.

No fim ainda fiz mais 3,5Kms em 20:24, ritmo de 5:50min/Km.

Sábado – descanso

Domingo – 8Kms em 45:11, ritmo de 5:40. Foi um treino ao nível do de quinta feira, por essa razão é que não corri mais de 8Kms.

Para a semana vou começar a preparar a São Silvestre de Lisboa.

Publicado em Corridas | Publicar um comentário

Semana 49

Ainda a preguiça.

Segunda feira – Treino de bicicleta. 22Kms a “rolar”. O traseiro já parece estar novamente adaptado.
Já tinha saudades em andar “mais” de bicicleta, sempre foi uma coisa que gostei muito de fazer.
Não tem nada a ver com a corrida, talvez por isso mesmo sirva de complemento ao usar outras partes do corpo que não são tão utilizadas enquanto corro.

Terça feira – 10,17Kms em 1:03:08. Ritmo de 6:12min/Km. Neste treino senti algum cansaço, e as pernas um pouco pesadas. Desde que meti na cabeça que tenho que “parar” um ou mesmo dois meses, (para carregar as baterias e voltar a por a motivação em alta) tenho andado mesmo no desleixo. Até os alongamentos têm ficado algumas vezes por fazer. No passado já tinha sentido “no fisico” que sempre que depois do treino efectuava os alongamentos da ordem, no dia seguinte sentia as pernas soltas. Nestas ultimas semanas tenho sentido o contrário, está explicado.

Quarta feira – Fiz 8,18Kms em boa companhia. Devagarinho para não cansar muito. 1:19:50, ritmo de 9:45min/Km. Ainda corremos uns bons bocados, fizemos inclusive uma subida toda a correr, estamos a ficar atletas.🙂

Quinta feira – descanso

Sexta feira – Treino efectuado em 3 partes. A primeira 5,7Kms em 30:40, a segunda 2,32Kms em 11:50 e por fim 3,58 em 20:48min. Na segunda parte ainda andei perto dos 4:00min/km, foi intencional, queria alargar um pouco a passada ainda que por pouco tempo.

Sábado – descanso

Domingo – Meia Maratona dos Descobrimentos. Estava frio, não tanto como no ano passado. Ao fazer o aquecimento vi que o vento iria soprar contra no caminho para Lisboa, teria que ter calma e paciência.

Comecei nas calmas, a subida inicial apesar de ser pequena acalma um pouco o ritmo, pelo menos o meu.

Fiz o primeiro Km em 5:14, depois apanhei a descida mas mesmo assim não quis aumentar bruscamente o ritmo. Fiz os Kms seguintes entre os 4:35 e os 4:40min/km. Até ao segundo abastecimento, que aconteceu aproximadamente aos 10Kms ia a sentir-me com força para manter esse ritmo, sempre a passar atletas e raramente a ser ultrapassado.

Depois dos 10Kms, altura em que optei por beber um pouco de água juntamente com um gel é que começaram os problemas. Deixei de controlar a respiração e começo a sentir as pernas a começar a ficar presas. Até ao 14Kms senti que estava difícil mas ia conseguindo gerir as coisas, ainda estava a passar atletas, não tantos como no inicio mas ainda assim ia passando alguns.

No regresso, mais concretamente na zona do Terreiro do Paço começo a sentir que já não estava a conseguir manter o ritmo que tinha vindo a fazer. Comecei a fazer ritmos entre os 4:45 e os 4:55min/km, nada mau mas sentia que as coisas possivelmente iriam piorar.

No ano passado tinha feito um bom tempo, este ano sentia que era difícil fazer um tempo idêntico mas estava determinado mesmo assim a não fazer muito acima da 1:40, e se possível até gostava de fazer menos.

Os últimos kms foram muito difíceis, ainda peguei num pacote com marmelada e num de gel mas nem pensei em tomar, tinha a sensação que não iriam fazer diferença e se calhar ainda iriam piorar as coisas.

Cheguei á meta um pouco fora de prazo, situação normal para quem não tem treinado com regularidade e se tem esquecido do treino de resistência. O relógio oficial marcava 1:41:06, o meu 1:39:58. Problemas técnicos não permitiram apurar o tempo de chip, ficou o tempo que marcava no relógio quando passámos pela meta.

Fiquei feliz por o meu “chip” ter marcado menos de 1:40, tinha conseguido, a muito custo, cumprir esse objectivo.

Descanso, descanso e por fim descanso, é o que vou tentar fazer após a São Silvestre. Não tenciono parar por completo mas sim fazer algumas, poucas, corridas a 6:00min/Km, de preferencia a ouvir musica.

 

 

Publicado em Corridas | 2 Comentários